Eu encaderno há 6 anos.
Gente, eu encaderno há seis anos e sou feliz todo dia com minha escolha.

Sim, eu tinha um emprego formal até parir Japinha, hoje com 9 anos.
Continuei agente de viagens trabalhando de casa, até fazer a primeira aula com as Papeleiras aqui no Rio, em outubro de 2013, quando passei a trabalhar nas duas frentes nos dois anos seguintes.

Comprei guilhotina e prensa usadas, tomei um quarto da casa pra mim.
Fiz muitas aulas presenciais, muitas mesmo.
Meus professores de base são o Ulisses Freire, do Estudio RED e a Rosa Guimarães, da Zoopress.

Fui descobrindo meu caminho, meu público e criando minha identidade profissional, hoje tão embolada comigo mesma.

Meu canal principal de divulgação é o Instagram, onde posto diariamente e faço stories da vida real, com o objetivo de trazer riso aos dias de quem assiste. S
ou conhecida como a melhor gargalhada desta Rede Social.
Segue lá: @maedojapinha

Minha marca registrada são os "tecidos matadores da Mãe", que garimpo pelo mundo e enlouqueço a mulherada com tanta coisa linda e diferente.
Pois é, não nasci modesta, desculpe. 
kkkkkkkk

Aqui eu faço tuuudo.

Os cadernos não são "encapados", pelamordedeus não me diga isso !
Eles são confeccionados a partir de placas de papelão e papéis, são costurados a mão e montados com todo amor de Mãe.

As costuras costumam ser peças que eu mesma modelei ou que modifiquei a partir de um molde comprado. Eu não consigo seguir receita de nada, nem de comida, nem de arte.

Tenho dificuldade em não trabalhar...kkkk
Quando eu canso de encadernar, costuro.
Se canso de costurar, bordo.
E no meio do caminho sempre tem um brownie, cookie ou pão de queijo !

Uma vez por mês eu reuno a mulherada aqui em casa pra um Café com a Mãe.
Por uma hora e meia a gente bate papo, ri e come gostosura.
Sou dessas.
Adoro fazer gente feliz e alimentar os amigos.

Em 2019, mudei a maneira de trabalhar, deixando de aceitar encomendas.
O volume de trabalho aumentou muito, Amem sisters, e eu tive que abrir mão de alguma coisa.
Ainda não conseguir colocar tudo que quero a pronta entrega, então em 2020 vou precisar fechar ainda mais os produtos com os quais trabalho pra conseguir atender a demanda de vocês.

Comecei a dar aulas em setembro, e fiquei maravilhada em como vocês me acolheram nessa nova jornada. Fui a São Paulo, que me recebeu com turmas lotadas e todo amor que a terra da garoa sempre me ofereceu e ainda vou a Brasília ensinar o povo a fazer Cremita.

Eita que essa Cremita está fazendo uma história linda, uma encadernação pela qual me apaixonei e decidi investir pesado pra alcançar os resultados que estou colhendo. Serei eternamente grata à minha professora de Sewn Boards Binding, Karen Hamner.



Obrigada por me visitar.
Aqui tem amor por todo lado !